Mamãe, você sabe no que realmente precisa se preocupar e o que é exagero no cuidado com o seu bebê?

Veja 10 dicas:

1- Ferver mamadeira e chupeta: Até os seis meses, vale a pena, pois o sistema imunológico da criança ainda não está desenvolvido, e a principal defesa é a realizada por anticorpos maternos, transmitidos pela amamentação. Depois disso, os objetos podem ser só passados em água fervente;
2- Lavar as mãos ou limpá-las com álcool antes de pegar o bebê: É possível transmitir diarreia, gripe, sarampo, catapora, entre outras doenças. O uso de álcool depois da lavagem é indicado para fumantes que lidam com crianças alérgicas, pois ajuda a eliminar o odor e os resíduos do tabagismo;
3- Usar água filtrada para dar banho no bebê: Se a família tiver dúvidas sobre a procedência do líquido ou suspeitar que ele está contaminada, vale a pena até os quatro meses. Mas, se a distribuidora da região é confiável, a água da torneira, na temperatura ideal, serve;
4- Limpar ou lavar a mão da criança cada vez que ela toca no chão: Se o ambiente frequentado no momento for a rua ou um hospital, por exemplo, é interessante que os pais tomem essa precaução para evitar que elas contraiam alguma doença;
5- Não permitir que a criança toque em animais de estimação: Até os três meses, é válido evitar o contato direto entre eles. Animais podem transmitir doenças, como a toxoplasmose. Também podem causar alergias, pois os pelos são, potencialmente, alergênicos. Depois desse tempo, a relação é saudável, desde que os bichos sejam saudáveis;
6- Lavar os genitais do bebê toda vez que ele fizer xixi ou cocô: Até a criança ser desfraldada, é interessante, mas os pais podem dispensar sabonete. Algodão e água limpa são suficientes. A cada troca de fraldas é importante caprichar na higienização da pele porque as fezes e a urina são ácidas e podem agredi-la;
7- Pedir que as pessoas tirem os sapatos antes de entrar no quarto do bebê: Essa solicitação às visitas é válida até os dois anos, em média. O quarto das crianças é o ambiente no qual elas brincam, muitas vezes, sentadas ou deitadas no chão;
8- Lavar as roupas das crianças separadamente: É interessante tomar esse cuidado. Adultos frequentam muitos lugares e carregam germes consigo;
9- Limpar ou lavar os brinquedos com álcool, todos os dias: É prudente em relação a itens de bebês com até um ano e meio, antes do primeiro uso. A limpeza diária só faz sentido no caso de brinquedos de uso coletivo ou se a peça estiver suja;
10- Sempre cobrir a cabeça do bebê com gorro: Nos dias frios, faz sentido. Se essa parte do corpo fica gelada, o organismo é obrigado a gastar muita energia para produzir calor deixando, talvez, de empregá-la na produção de defesas do organismo.

Fonte: UOL Mulher 

Comments are closed.